quinta-feira, 24 de abril de 2008

FORA DO TEATRO MAS NA FARRA DE TEATRO


Não tenho conseguido ir ao teatro, por isso tenho andado longe deste blog. Mas... neste final de semana, depois de ter realizado mais uma Farra de Teatro, vou conseguir assistir alguma peça e na volta escreverei minhas impressões sobre ela, apenas como tenho feito: um exercício para aprender a expressar minha opinião no papel, no caso no blog. Assisti o filme Ratatouille (Ra-Ta-Tui, conforme explica o didático cartaz) que reserva um papel cruel para o crítico. Tem um personagem que é um crítico severo, que não poupa adjetivos para destruir as vítimas de suas críticas cruéis, como por exemplo, o restaurante onde trabalha o ratinho protagonista. Nem de longe me vejo como ele. Escrevo por puro diletantismo, para entender o teatro que eu faço, para aguçar minha percepção do teatro. Quanto a Farra de Teatro, mais uma vez foi uma maravilha. desta vez o tempo colaborou maravilhosamente bem. Tudo rolou com uma energia de arrepiar até as almas menos sensíveis. Um super público atento que permaneceu durante as quatro horas de duração do espetáculo. A cena do apedrejamento da negra, inspirada numa condenada nigeriana, arrancou aplausos emocionados do público. Nos inspiramos na Farra dos Atores, criada por um diretor carioca chamado Márcio Vianna, falecido prematuramente. O cara inventou esta original e diferente manifestação teatral, e nós nos baseamos, descaradamente, nela para colocar anualmente, no estacionamento da Usina do Gasômetro, a nossa Farra de Teatro. Evoé!

2 comentários:

André Marcelo disse...

Minha experiência com a Farra de Teatro
meucantonomundo.com/que-farra-e-essa/

André Marcelo disse...

Minha experiência com a Farra de Teatro
meucantonomundo.com/que-farra-e-essa/